Pensamentos de mãe


Quando o Heitor nasceu, eu achei que ia ser fácil, sério, eu achei. Depois do Nascimento logo no início ja foi de arrepiar os cabelos. Um bebê frágil, pequeno e magrinho, muita dificuldade para mamar, foi intenso. Passou, entramos em uma nova fase. Nunca pensei que alimentar um bebê fosse tão difícil, para falar a verdade, até hoje isso pra mim é muito difícil. Na época eu não tinha nem ideia sobre as questões que envolviam para que esse processo fosse bem sucedido, e olha que eu sempre fui muito interessada, sempre pesquisei e procurei o melhor. Só que alimentar uma criança dentro do espectro vai além. Sempre me pegava pensando que não ia dar conta, e por muitas vezes não dei. Desisti, dei só mamadeira outra hora só fruta. Me culpei, recomecei, me culpei de novo. Amadureci. Vi que não dependia só do meu querer, vai além das nossas forças. Me dei um tempo, passou, até hoje ele tem muita dificuldade para aceitar novos alimentos. Hoje não me cobro tanto, pego leve com ele e comigo também. O tempo passa e vamos aprendendo a aproveitar mais, nessa foto ele tinha uns 9 meses, olha que lindo! Essa foi umas das caixas sensoriais que eu fiz pra ele, nem imaginava como isso o ajudaria, foi Deus, não tenho dúvida. Todos os dias vejo isso, dificuldades indo e dificuldades vindo, como um vídeo game, e é assim, essa é nossa vida, e eu amo tudo que construímos, como nos amamos e nos respeitamos. Se posso te dar um conselho, proveite o tempo que vocês tem juntos, não fique pensando o tempo todo sobre as questões que precisam ser resolvidas, vai dar certo. É um processo, respeite, desfrute, ame. Vai passar, acredite, você está dando seu melhor.


Bjs Carol ♡





14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo